reprodução automática próximo vídeo em 5s

Bolsonaro diz que novo ministro do Meio Ambiente deve facilitar licenças

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, declarou que o “índio quer ser o que nós somos” e não ficar “confinado” em uma reserva. Juntos, falou, é possível promover o desenvolvimento para tribos e a população nos estados com reservas indígenas.

Ele reforçou que, após conversas com representantes das pastas, os ministérios da Agricultura e do Meio Ambiente não serão fundidos e o fato de o governo de transição ter retrocedido na medida deve ser reconhecido como uma virtude.

Sobre o futuro ministro do Meio Ambiente, ainda não anunciado, Bolsonaro falou que será uma pessoa que conhece profundamente o assunto e facilitará a concessão de licenças ambientais. Ele ressaltou que não se pode esperar 10 anos para a análise de uma licença. Neste momento, foi amplamente aplaudido pelos governadores presentes.

“Não será a toque de caixa, mas pode ter certeza de que muitas delas em poucas semanas serão resolvidas. Se for destravado isso, teremos muito menos problemas para resolver”, declarou. “Se o nosso agronegócio, que é muito pujante, conseguir se livrar de alguns desses problemas, pode ter certeza que essa área continuará contribuindo muito à nossa economia.”

UOL Cursos Online

Todos os cursos