reprodução automática próximo vídeo em 5s

Valdivia e colegas negam que tenham se apresentado bêbados

Quatro dos cinco jogadores da seleção chilena que foram expulsos da concentração pelo técnico Claudio Borghi convocaram a imprensa do Chile nesta quinta-feira para pedirem desculpas por terem se atrasado na apresentação à seleção na última terça-feira. Apesar de admitirem o erro pelo atraso, Valdivia, Jean Beausejour, Carlos Carmona e Gonzalo Jara desmentiram as palavras do técnico, que insinuou que o grupo estava bêbado. Arturo Vidal, que já retornou para defender a Juventus na Itália, não compareceu à entrevista.

Leia mais: Cortados da seleção, Valdivia e colegas negam que estavam bêbados e atacam técnico.

UOL Cursos Online

Todos os cursos